Youtube para IES: como utilizar para aquisição de novos alunos?

O uso do YouTube para IES tem se tornado cada vez mais atrativo, já que na plataforma concentram-se mais de 1 bilhão de usuários. Além disso, as redes sociais, como o Facebook, têm priorizado os vídeos em detrimento de conteúdos em imagem e texto, o que faz com que o formato chegue a um número maior de pessoas.

No entanto, a concorrência também cresceu. Por isso, as instituições de ensino têm buscado diferenciais para utilizar essa ferramenta na aquisição de novos alunos. Neste artigo, você aprenderá como tornar a estratégia mais eficaz, por meio do SEO. Confira!

Qual a importância de criar materiais ricos?

O uso de materiais ricos, tais como vídeos, e-books, conteúdos em blog, webinars e aulas ao vivo, é essencial em uma estratégia de inbound marketing. O desenvolvimento dessa atividade estreita o relacionamento entre a marca e o público. Assim, cada candidato atraído pela estratégia inicia um diálogo com a instituição.

Consequentemente, é muito mais fácil que eles se tornem defensores da marca e a divulguem para outras pessoas. Além disso, tais materiais aumentam a confiabilidade na IES, o que é fundamental no processo não só de captação, mas também para a retenção de alunos.

Quando a produção é feita corretamente e a estratégia é bem aplicada, há uma chance maior de fazer uma segmentação desses candidatos. Por meio deles, é possível coletar dados sobre interesses, idade e necessidades, o que ajudará a instituição não só a produzir melhores conteúdos, mas também a aplicar a estratégia ao seu cotidiano, como na melhora da infraestrutura e, até mesmo, no ensino.

Como fazer a otimização do conteúdo?

Para que novos alunos possam demonstrar interesse nos seus serviços, primeiro a sua IES precisa ser encontrada. É aí que entra a otimização do conteúdo. Isso fará com que o material possa ser exibido para potenciais alunos, que poderão considerar a opção de escolher o que é oferecido pela sua instituição.

Vale lembrar que atualmente mais de 1 bilhão de horas de vídeos são assistidos diariamente pelos usuários do YouTube. Logo, usar a plataforma é uma forma de inserir-se no mercado e também de se destacar, mas é preciso ajuda do SEO para tornar a estratégia ainda mais relevante.

Nomeie o arquivo de vídeo antes de subi-lo na plataforma

O trabalho de SEO começa antes mesmo do vídeo ser inserido na plataforma. A palavra-chave do conteúdo audiovisual precisa estar inserida no nome do arquivo que será carregado no YouTube.

Por exemplo, se for uma expressão, ela deve estar com hifens, ficaria assim: “dicas-para-conquistar-um-estagio.mp4”. Tal ação facilita o entendimento da ferramenta sobre o tema do conteúdo.

Estabeleça um bom título

O título também deve fazer parte da sua estratégia de SEO. Além de colocar a palavra-chave para otimizar as buscas, é essencial que ele esteja organizado para que a experiência do usuário seja o mais positiva possível.

O Google não lê o que está sendo passado no conteúdo em vídeo, mas sim como ele vem descrito, o que inclui o título. Portanto, dê preferência a colocar tais expressões ainda no começo e se limite a usar os caracteres disponíveis.

Não se esqueça da descrição

A descrição também é um importante instrumento para a sua estratégia de SEO no YouTube. Sendo assim, escreva um parágrafo que sintetize, mas também defina o conteúdo do vídeo que será passado. Não ultrapasse 150 caracteres no primeiro parágrafo, pois esse é o limite que será apresentado no Google.

O restante do espaço poderá ser preenchido com informações técnicas, mas também com tags que colocarão o vídeo em determinados grupos, ajudando, assim, no seu posicionamento.

Youtube para IES - como criar conteúdo

Como fazer um vídeo de sucesso no YouTube?

Segundo uma pesquisa feita pela Ascend 2, 72% dos profissionais de marketing dizem que a criação de conteúdo relevante é a tática de SEO mais eficiente. Portanto, não bastam boas palavras-chave, uso correto de caracteres e outras ações se elas não estiverem atreladas a um conteúdo que seja relevante de fato para o aluno. Confira algumas dicas sobre o assunto.

Produza conteúdo rico

Uma das principais questões que impactam a qualidade da sua estratégia de SEO é a relevância do conteúdo. É preciso procurar temas interessantes para o seu público, no caso, seus alunos. Pesquise o que eles desejam saber, mas também que tipo de suporte a escola poderá oferecer a eles.

Após essa primeira etapa, produza um roteiro para ajudá-lo a gravar o vídeo. Lembrando que ele sempre deve priorizar o que há de mais importante no assunto, mas também precisa ser interessante e levar o aluno a enxergar o valor do conteúdo. Não se esqueça da qualidade da imagem, clareza do áudio e boa interlocução do apresentador.

Engaje o público

Falando em alunos, é importante que eles sejam incentivados a se engajar com o conteúdo. Isso significa que o vídeo deve conter dados que peçam ações, tais como likes, compartilhamento e até comentários, tudo isso de forma fluida.

Por exemplo, se você está fazendo um vídeo contando sobre o dia a dia de um curso da sua IES, pode perguntar se o leitor tem alguma dúvida e ressaltar que ele poderá deixá-la nos comentários. Ao final, convide-o a se inscrever no canal para acompanhar conteúdos interessantes como o repassado.

Insira links de captura

Os links de captura são aquelas janelas que são inseridas durante o conteúdo. Provavelmente, você já deve ter assistido vídeos em que os interlocutores retomam assuntos e falam que, para aqueles que desejam entender mais sobre a questão, é só clicar na janela abaixo, ao lado ou acima.

Se você quiser, isso também pode ser feito ao final do vídeo. O importante é que o espectador seja levado a tomar uma ação, como assinar uma newsletter, ler mais conteúdos no blog ou mesmo solicitar um contato direto com a escola por e-mail.

Agregue o vídeo a outras redes sociais

Um vídeo com bom conteúdo precisa ser compartilhado em outros canais. Por exemplo, você pode produzir uma chamada no Facebook com um convite para que os alunos vejam o conteúdo no YouTube. É possível também colocar uma parte do vídeo no Instagram, por exemplo, e ao final inserir um link para que as pessoas possam acompanhá-lo na íntegra no canal.

E falando em redes sociais, não se esqueça do YouTube Analytics. Essa ferramenta o ajudará a mensurar métricas relevantes do seu conteúdo audiovisual. Por meio dela, alguns indicadores, como visualizações, tempo assistido, compartilhamentos, número de comentários e cliques nos links, podem ser medidos com facilidade.

As estratégias de vídeos têm se desenvolvido e tornado o conteúdo audiovisual cada vez mais relevante para uma boa estratégia de inbound marketing da sua IES. O YouTube é um grande aliado e oferece uma série de ferramentas que ajudam no suporte do SEO, assim, você pode fazer com que os seus conteúdos ocupem as primeiras posições dos buscadores.

Se você deseja investir nessa área, entre em contato conosco e conheça os nossos serviços!

The post Youtube para IES: como utilizar para aquisição de novos alunos? appeared first on 5seleto Marketing Educacional Experts.

O uso do YouTube para IES tem se tornado cada vez mais atrativo, já que na plataforma concentram-se mais de 1 bilhão de usuários. Além disso, as redes sociais, como o Facebook, têm priorizado os vídeos em detrimento de conteúdos em imagem e texto, o que faz com que o formato chegue a um número maior de pessoas. […]
The post Youtube para IES: como utilizar para aquisição de novos alunos? appeared first on 5seleto Marketing Educacional Experts. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *